Resenha Gaian - o Reinício / Cupcakeland - Karoline Lima


Resenhista: Karoline Lima.


Cupcakeland nas Redes Sociais:

Resenha
"Gaian - O Reinício é uma historia medieval, mas, diferente das outras, se passa no futuro, no ano 11.363. É o terceiro livro de A Saga do Infinito, os primeiros ainda estão sendo escritos, deixando os leitores curiosos sobre o que aconteceu antes da guerra do Grande Salão.

Arinon é uma cidade pequena e tranquila - que fica localizada no vale Grion - onde os habitantes não tem o que reclamar, pois a paz transborda naquele lugar. O verdadeiro paraíso.

Até que algo inesperado acontece: as cidades do Norte pararam de se comunicar com Arinon, o que deixou os líderes preocupados. Diante dessa falta de informação e o sumiço dos homens que foram enviados e não voltaram, Ehlen o líder de Arinon convocou uma reunião com objetivo de discutirem o que estava acontecendo, e para contar um pressagio de uma possível guerra está acontecendo no Reino do Norte.

O que Ehlen e os conselheiros não sabiam, é que realmente a guerra está acontecendo. Com a chegada da Festa Anual Fennit - uma tradição há 10 anos - os habitantes não se importaram tanto com as notícias, deixando-a para os líderes. No dia da festa uma felicidade e calmaria estava pairando naquele lugar, como se tudo estivesse em ordem. Mas, não tão longe dali estava acontecendo uma guerra, onde Heim - um cara comum e que estava noivo - se encontra em perigo, enquanto "seres humanos" estão tendo uma luta sobrenatural na sua frente, onde um cara estranho com habilidades extraordinárias estava defendendo ele sem razão.

Arffek é um jovem guerreiro sagrado que perdeu a esposa amada, Erion, na guerra do Grande Salão. Em busca de outro guerreiro sagrado e avisar outras cidades da guerra que está avançando, Arffek vai para a pequena cidade de Arinon e revela tudo que está acontecendo.

Depois de avisar o perigo iminente que a cidade estava correndo, Arffek vai para uma jornada até o Reino do Leste. No meio do trajeto ele e o outro guerreiro sagrado se encontram com Brisrar, guerreira sagrada, amiga de Arffek e dona de uma linda sabedoria e delicadeza. Juntos eles partem para uma aventura cheia de mistério e combates. Segredos são revelados e novos surgem.

Os personagens são cheios de sentimentos que ficam visíveis a todo instante. Arffek sempre deixa suas emoções lhe dominarem, fazendo ele realizar coisas bizarras. Em busca de vingança pela morte da amada, que morreu de um jeito cruel.

A maioria dos personagens tem o mesmo perfil de vingança. É incrível como todos tem seus motivos, as perdas, as frustrações que levaram eles a chegarem aquele nível de cólera.

Uma história de como as emoções podem destruir ou construir uma pessoa. Onde esse ódio pode nos levar fazer coisas horripilantes e nos cegar. Mas, os sentimentos não é o ponto principal da história, apesar de ele sempre estar ali.

Claúdio tem uma escrita diferenciada, sua marca é sua escrita. Por mais que a história se passe no futuro ainda assim me senti como se estivesse na era antiga. Sua imaginação passou dos limites ao criar um novo continente e uma nova história para os seres humanos.

Gaian tem uma leitura envolvente, cheia de características que uma boa história contém.

Logo no inicio dos capítulos, havia imagens e ilustrações. É tão rico em detalhes que consegui imaginar perfeitamente cada cena. Sem contar com o desfecho final do livro, que me deixou completamente encantada - é um livro que eu releria quantas vezes fosse necessário, só para relembrar das aventuras que passei.

O livro foi publicado pela Editora Novo Século. Está a venda também diretamente com o autor, para adquirir basta entrar em contato com ele pelo Instagram.

Indico para quem ama novos mundos, como eu. Aos apaixonados por uma boa fantasia." 

Link da resenha

Nenhum comentário:

Postar um comentário